quinta-feira, 2 de maio de 2013

Williams 35 anos - Capítulo XIX


O FW13 que tinha estreado em Jerez se mostrou um bom conjunto que Head não mexeria,ele faria apenas alguns ajustes no FW13B.O Projeto de suspensão ativa estava a todo vapor,mas talvez só poderia ser usado no ano que vem.Boutsen e Patrese foram mantidos,mediante as suas boas atuações na temporada.O conjunto McLaren Honda era o conjunto a ser batido novamente nessa temporada,e a Williams vinha pra tentar diminuir essa diferença,pra pegar,se possível mais um mundial de Construtores...


A estreia foi em Phoenix e Boutsen conseguiu um pódio ficando em terceiro, enquanto Patrese bateu em Grouliard e ficou em nono.Em Interlagos mais um quinto lugar de Boutsen Patrese abandona de novo. Em Ímola, Ricardo Patrese vence e quebra um jejum de sete anos!Desde Kyalami 1983 que Patrese não vencia. Boutsen abandonou por problemas no motor. Em Mônaco, Boutsen ficou em quarto e agora era a vez de Patrese abandonar. .Montreal é a primeira pista do ano que nenhum dos dois pilotos pontuam, ora porproblemas mecânicos(Patrese) ora por acidente(Boutsen) .No México,Boutsen consegue mais um quinto lugar pra sua coleção e Patrese fica em nono.Em Paul Ricard,Patrese é o sexto e Boutsen abandona com problemas no motor.Em Silverstone, Boutsen fica em segundo lugar.Ricardo Patrese que comemorava seu GP de número 200, sofre um acidente abandona a corrida.Em Hockenheim,Patrese e Boutsen terminam quinto e sexto respectivamente.

Em Hungaroring,Thierry Boutsen faz uma das melhores provas pela Williams. Ele venceu a corrida, em uma disputa emocionante com seu amigo Ayrton Senna,que ficou em segundo por apenas 0.290 segundos. Patrese foi o quarto.Em Spa, Boutsen e Patrese Abandonam com problemas mecânicos.Em Monza,Patrese fica em quinto e Boutsen mais uma vez abandona.Em Estoril, Patrese chega em sétimo e Boutsen abandona de novo.Em Jerez, mais um bom resultado,um quarto lugar de Boutsen e um quinto de Patrese. Em Suzuka,os papéis se invertem, e Patrese consegue o quarto e Boutsen em quinto.Em Adelaide no final da temporada,Boutsen fica em quinto e Patrese em sexto.




O saldo final da temporada foi um pouco decepcionante,já que Frank Williams esperava um pouco mais desse carro,que conseguiu 57 pontos,o quarto lugar nos construtores, cinco voltas rápidas e uma pole. A intenção era que pelo menos a Wiliams lutasse pelo segundo lugar nos construtores, o que não aconteceu  Boutsen termina em sexto no campeonato,acompanhado de Patrese em sétimo.Frank sabia que estava na hora de dar chacoalhada pra desbancar a McLaren,que estava no seu terceiro ano consecutivo no topo.Resolveu contratar pra construir seu carro,o jovem e talentoso projetista da March Leyton House, Adrian Newey, dispensou Boutsen e chamou de volta um piloto velho conhecido da equipe...


7 comentários:

Felipão disse...

Foi a partir daí que as coisas mudaram...

Dirceu Macedo disse...

Agora vem a parte incrivel da história da Williams....tremei Mclaren...lá vem o leão!!! (rsrsrs)

Paulo Maeda™ disse...

kkkk se o Dirceu deu a pista falando sério....rsss

pow eu jah ia falar q tava curioso em saber quem era.....kkkk

Leandrus disse...

pow eu jah ia falar q tava curioso em saber quem era.....kkkk [2]

Rato disse...

Achei um erro

"Boutsen temrina em sétimo no cmapeonato,acompanhado de Patrese em sétimo"

Como 2 pilotos podem ter ficado em 7°? ueauehue

Marcos Antônio Filho disse...

tá corrigido Rato, obrigado, às vezes um erro escapa!

Tiago Wakabayashi disse...

Eles podem ter empatado nos numeros de pontos xDD

Postar um comentário

  ©GP Séries - GO Williams GO! - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo