quarta-feira, 13 de abril de 2011

Coluna do Bourdais - De volta a Indy


Olá a todos! Sentiram minha falta? Espero que sim, antes de mais nada, quero dizer que o principal motivo de ter voltado a escrever essa coluna foram meus leitores saudosos e também preciso praticar meu português, que anda desatualizado. O senhor Marcos Antônio depois de ter me limado do blog dele, ao saber que voltei pra Indy, me pediu pra voltar, diz que sou um dos grande ídolos dele, e depois d epuxar muito meu saco aceitei. Até porque não estava fazendo nada, tinha 14minutos e 47 segundos disponíveis do meu lindo dia, e pensei vou escrever de novo, afinal, como o próprio marcos disse, estou em uma categoria importante de novo. E queria dizer que não sumi, o que muito pensaram, eu estava presente em muitos acontecimentos do mundo. Quem vocês acham que descobriu uma bactéria que come arsênico e redefiniu os elementos básicos pra vida? Quem vocês acham que avisou o Japão do alerta de Tsunami de Le Mans? Quem encontrou estrelas nascidas 200 milhões de anos depois do big bang? você sabe que aconteceu, mas não gosto de divulgar meu nome, pois minha modéstia não permite. Mas aprenda sempre que você ver cientistas em alguma notícia de descoberta,desconfie...
Essa foto tirei do meu microscópio

Como voltei à Indy? Eu queria um novo desafio para minha vida, a F-Superleague era legalzinha, mas eu queria mais emoção, sabe, comecei a dar uma ligada pras equipes, mas a maioria pedia grana, até a Newman Haas, equipe da qual fiz história sendo tetracampeão da ChampCar, disse que ma acietaria por grana. Enfim, quando estava desanimado, o Dale Coyne me ligou. Perguntou se eu queria testar com ele, pra eu passar um feedback, aceitei, dei uma sugestões, ele gostou e disse que se conseguisse um patrocínio pra mim, eu correria. Esperei, montei artesanalmente uns contadores geiger, vendi pro norte do Japão e  com essa graninha ainda ajudei a te rmeu lugar na IndyCar. Sei que não erei aquela hegemonia da ChampCar, isso será só no ano que vem, mas sei que posso fazer um bom papel. Meu principal motivo de voltar à Indy são a snovas regras aerodinâmicas, eu serei fundamental, afinal a Dale Coyne terá uma mente superior pra entende essas novas peças. E assim, quem sabe, faço outro tetracampeonato...
Estava fazendo uns scripts de um joguinho no facebook que vou lançar..

Falarei rapidamente sobre as duas corridas: sobre St Peterbrug, sim, dei um pancão no Warm up, mas é porque os cálculos aerodinâmicos, e de consumo de combustível colado ao muro,requer pratica eu em uma fraçao de segundo quando passava as varíaveis pro meu spotter anotar, errei. Acontece. Gênios também erram. é raro, mas erram; Em Barber, foi apena sum décimo primeiro lugar, mas acredito que virá muito mais aí...Domingo tem Long Beach prova que eu cansei de vencer pela ChampCar e isso pode ser uma boa para mim, tenho todos os setups possíveis e inimagináveis pra lá e esperem um bom resultado meu por lá.

Antes de encerrar, uma piadinha, daquelas que vocês gostam e muito(tem palavrão a piada,tá?)
Um padre moderninho assumiu a paroquia da cidadezinha e resolveu informatiza-la: colocou micro no altar, no confessionário, na sacristia...
Implementou uma rede a 100 mbits com switch, servidores NT com raid-5 e mirroring, intranet baseada em NC e Oracle 8 com orientação a objetos, canal de dados/voz via satélite com o Vaticano...
Implantou o Sistema SAP R/3 que controla tudo como o estoque de hóstias, controle de casamentos, fluxo de caixa dos bingos, dizimo a receber, etc...
No dia em que o sistema SAP de calculo de penitencias do confessionário entrou em produção, o padre recebe uma garota para se confessar:
- Deus te abençoe minha filha, só um instante que estou me logando... pronto, pode falar, quais sao os teus pecados?
- Padre eu pequei... Foi com meu namorado... eu tentei resistir mas...
- Vamos filha, fale logo se não o sistema da time-out na conexão.
- Ta bom, padre... eu deixei meu namorado beijar meus seios e...
O padre interrompendo-a digita afobado:
- ...bei-jar-os-sei-os e "enter". Ok, filha, reza duas ave maria e pronto.
- Próximo!
- Não padre, não acabei ainda...
- Então fale filha, antes que entre a proteção de tela.
- Bom padre, dai, ele me fez segurar seu bilau e...
- ...se-gu-rar o pe-nis e "enter". Bom, então reza mais três pai nosso e tá perdoada.
- Próximo!
- Não padre, ainda tem mais...
- Então fale filha, que daqui a pouco o banco sai do ar para o back-up.
- Dai padre, ele tirou minha calcinha e colocou metade...
- ...co-lo-cou me-ta-de e "enter"... opa! Deu "Erro - 45"!!!???
- Vou redigitar: co-lo-cou me-ta-de e "enter"... opa! Deu "Erro - 45" de novo.
O padre pega a pasta com a documentação do sistema:
- Vamos ver: erro 40... 42... 43... 44... ta aqui: erro 45.
Apos ler a mensagem do erro, o padre pede para a garota:
- Filha, faz o seguinte: volta lá com o seu namorado e pede para ele enfiar tudo, porque nesse release o SAP não aceita fração.



Se eu tivesse feito o sistema aceitaria o numeros reais, racionais, irracionais....

Au Revoir!

OBS:  Diário de um gato?  Não pode ser...

3 comentários:

Ron Groo disse...

Cara, devo ser muito burro. não entendi a piada.

Raphael Serafim disse...

Cara, devo ser muito burro. não entendi a piada²

bem vindo de volta Bourdais

;-)

Raphael Serafim disse...

Cara, devo ser muito burro. não entendi a piada²

bem vindo de volta Bourdais

;-)

Postar um comentário

  ©GP Séries - GO Williams GO! - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo